Terceiro Playtest do novo sistema de Thordezilhas.

 

Salve, galera!

Dia 18, na Taverna do Valhalla ocorreu o terceiro Playtest do novo sistema de Thordezilhas! Desta vez organizado por Mônica de Faria, a editora do Thordezilhas Rum & Sangue e da nova edição. Segue abaixo o relato da nossa capitã.

OBS: ainda neste semestre disponibilizaremos o playtest publico do sistema. Aguardem!!!

Dia 18 de janeiro fizemos mais um playtest do novo sistema de Thordezilhas. Participaram da expedição jogadores experientes tanto em jogos d20 quanto noutros sistemas usando personagens de nível 3: Domênico Gay (sereiano, clérigo, marujo), Fernando Oliveira (puck, mago, malandro), Isadora Real (anã, salteadora, assassina), Marco Collares (ébano, bruto, pistoleiro) e Maurício Villar (humana, mosqueteira, pistoleira, malandra).

O grupo se alistou para uma missão a fim de resgatar artefatos e foram parar no Jabuti Caolho. Com personalidades bem particulares, alguns personagens se meteram em e enrascadas como a anã que perdeu seu chapéu e adaga num jogo de cartas, mas ganhou um mapa misterioso, ou o criativo puck mago artista que devia uma bela quantia a uma antiga conhecida — e rezou constantemente aos deuses pucks para que Dingdong comprasse uma de suas obras.

Também houve o duelo da pistoleira com uma anã ciumenta, que deu muito… azar… Algo de errado acontecia a cada jogada da malandra enquanto o simpático sereiano com “corpo de leão marinho” dava-se conta tratar dos efeitos da procurada Moeda do Azar. Tudo isso sob observação do sinistro ébano bruto adorador de Belzebu!

Poderia ser um grupo normal? Sim, mas qual seria a graça?

O playtest permitiu observar detalhes da construção de personagem e sua aplicação às mecânicas. Passar por essas etapas com jogadores experientes que também produzem jogos colaboraram para perceber minúcias a serem ajustadas e melhoradas no sistema tanto em sentido lógico quanto a facilitar para jogadores novatos.  Foi extremamente profícuo ouvir opiniões de jogadores de sistemas que utilizam o d20 e de outros, para retorno. Felizmente, o resultado está bem positivo!

Esse texto é um agradecimento a Luiz Claudio Gonçalves por me presentear com os Artefatos de Shalomotep. As aventuras estão apenas começando, capitão! Estendo os agradecimentos a David Dornelles e Erivaldo Fernandes pela revisão, edição e desenhos que recebi.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: