O Medo nas sessões de RPG

                                                                                                                                 Por André Fernandes 

Existem diversos jogos por aí que tem como proposta o gênero do horror, e como o medo é uma emoção tão forte e intensa, faz sentido que os jogos narrativos explorem essa característica tão comum dos seres humanos. Mas como conseguir gerar medo e tensão nas sessões de RPG? Como saber se seus jogadores estão entrando no clima que você propôs e principalmente: se eles estão se divertindo? Eu tenho algumas observações sobre o assunto e gostaria de compartilhar algumas delas neste artigo.

Jogue a noite

Sim! Como estimular a tensão se seu grupo está jogando descontraidamente num domingo à tarde, depois daquela macarronada caprichada? Eu acredito que jogos com a temática mais “sombria” são melhores aproveitados quando o ambiente estimula aquela sensação inquietante e inesperada, o grupo reunido na mesa com poucas luzes acesas e com a escuridão da noite envolvendo todos os participantes certamente é um bom começo.

Estimule os sentidos dos jogadores

Quando estiver descrevendo os cenários, os NPCs da sua história e etc; apele para os sentidos dos jogadores: o que eles enxergam, escutam, cheiram, tocam? Como é o cadáver apodrecido que eles encontram na floresta em que estão perdidos? Descreva a floresta pra eles, não tenha medo de detalhar o que eles estão vendo, apenas tome cuidado para não se perder nas descrições e deixar o ritmo de jogo lento. Com o tempo e a prática você será capaz de detalhar com mais realismo as cenas para seu grupo, além disso os jogadores também podem (e devem) descrever o que seus personagens sentem e no que estão pensando quando percebem que o cadáver da floresta acabou de abrir os olhos!

Use acessórios

Caso você queria deixar o clima ainda mais imersivo, pode fazer uso de velas ou incensos para dar um ar mais místico, ou então recorrer a pequenos objetos para ilustrar algo que acontece na cena: “Seu personagem encontra um velho diário, e nele está escrito algo que se parece um idioma antigo, a tinta utilizada, na verdade é sangue”.  Nesse exemplo em questão, não seria bacana que o jogador realmente pudesse ter um diário antigo em suas mãos? Certos detalhes deixam a história mais rica e seu grupo irá adorar a experiência.

Evite o uso de celulares

Pode parecer algo meio autoritário, mas estar checando suas mensagens no celular enquanto uma cena importante se desenrola, quebra todo o clima da sessão. Antes do jogo começar, seria interessante o grupo conversar sobre esse tipo de situação e todos combinarem que usar celulares pode atrapalhar a sessão e deixar isso pra depois.

Diminua as piadas

O RPG antes de tudo é um jogo, e seu objetivo é divertir os participantes e algumas vezes um comentário engraçado ou algo do tipo pode ser bom pra quebrar a tensão de vez em quando. Agora quando toda hora alguém faz uma piadinha ou se desvia do foco da sessão, isso pode atrapalhar na descrição, introdução de um fato importante, e etc. É bom deixar as piadas para uma hora mais oportuna e tentar entrar no clima que o jogo está formando, assim todos podem aproveitar os momentos que estão tendo reunidos.

Por André Fernandes 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: